Notícias da URI Erechim

Liga Acadêmica de Saúde da Família promove aula de primeiros socorros

04/05/2022 - 144 exibições

   




A Liga Acadêmica de Saúde da Família (LASF), da URI Erechim, realizou, no dia 26 de abril, em parceria com a Defesa Civil e a Força Voluntária do Alto Uruguai, uma aula aberta aos cursos da saúde da Universidade. A iniciativa, que teve como tema "Noções de Primeiros Socorros", foi ministrada pela Força Voluntária do Alto Uruguai.

O objetivo da iniciativa foi a transferência de conhecimentos básicos sobre primeiros socorros, os quais são relevância para a manutenção das atividades diárias da comunidade, observando o cuidado direto à vida. Foi possível abordar alguns temas como controle de hemorragias, ressuscitação cardiopulmonar, síncopes/desmaios e a Manobra de Heimlich (engasgo).

Como a liga não possui fins lucrativos, os recursos arrecadados nas inscrições foram destinados para compra de insumos que melhoram a qualidade de atendimento da Força Voluntária. A atividade contou com a presença de 37 acadêmicos dos Cursos de Medicina, Psicologia, Farmácia e Odontologia.

Segundo os alunos, o curso da LASF teve grande contribuição para o grupo. "O curso da LASF contribuiu para o nosso conhecimento e formação. Os ensinamentos foram muito mais do que uma simples aula e podem nos ajudar a salvar vidas", disse a aluna do 3º semestre do curso de Medicina, Maria Luíza Cunha.

Gabriela Dalla Costa, também do 3º semestre do Curso de Medicina, afirmou: "a aula foi de grande utilidade para que futuramente possamos salvar vidas, independentemente das circunstâncias que estivermos. Contou, também, com uma ampla gama de conhecimento que poderão nos auxiliar no desenvolvimento de nossa futura profissão".

Isadora Tonin, do 5º semestre do Curso de Psicologia, disse que “a iniciativa nos deu a oportunidade de aprender sobre como manejar situações de desmaio, hemorragias, afogamento e massagem cardíaca, proporcionando aos acadêmicos a experiência prática destas situações.”

Para o orientador da Liga, Professor Samuel Salvi Romero, “espaços como esses possibilitam a interação profissional e interdisciplinar, além de proporcionar o conhecimento acerca de movimentos institucionais da região, que denotam a interlocução intersetorial tão necessária para a construção do status sanitário das populações”.

Ver mais notícias